Zeminaya: Marcas da Guerra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Merz em Sex Jun 24, 2011 3:57 pm

Capítulos: -- Divido em partes
Gênero: Ação/Aventura
Anime Base: Naruto Shippuuden (Exatamente entre episódios 125 e 150)
Classificação: T

Lua Cheia
Outro relâmpago cortou os céus, iluminando o topo dos prédios e a copa das árvores mais altas.

Há tempos que uma tempestade daquela intensidade não atingia a vila. Os moradores olhavam impassíveis o cair das gotas conforme elas chocavam-se ferozmente contra suas janelas fechadas. O vento soprava intensamente, poluindo a noite com mais nuvens negras e fazendo chacoalhar as árvores da enorme floresta que circundava a Vila do Fogo.

As ruas estavam desertas e completamente encharcadas, a lama que se formava nas estradas de terra era suficiente para cobrir a vila inteira e os cartazes do Ichiraku não ofereciam resistência e rodopiavam graciosamente levados pelo vento.

Nem mesmo o lar do clã Hyuuga, uma das áreas mais nobres da vila, escapou da chuva torrencial. Pequenas valas de captação lutavam para conter o volume impressionante de água que vinha dos telhados, a grama também já via-se mergulhada, sofrendo para drenar tamanha enchente.

Hyuuga Neji estava sentado no chão, de olhos fechados, pernas cruzadas e uma expressão preocupada. As portas de madeira tremiam a cada novo trovão, mas sua mente parecia ainda mais agitada que o ambiente lá fora. Alguma coisa estava acontecendo naquela noite, alguma coisa muito mais perigosa do que relâmpagos ou trovões.

Mas o quê seria? Ele soltou um longo suspiro, abrindo os olhos e vislumbrando o quarto vazio. O barulho da tempestade era alto e hipnótico. Ele podia ouvir claramente o gotejar dos pingos d'água no solo de pedra da parte externa da casa, o zumbir do vento cortando as árvores do seu jardim e o coaxar dos sapos que lutavam para sobreviver no laguinho que trasbordava mais ao longe. De alguma forma, em meio a todo aquele movimento, ele precisava descobrir o fruto da sua inquietação.

- Byakugan! - exclamou, unindo as mãos num clássico selamento de liberação, frequentemente usado para ativação de jutsus ou controle de chackra. O próximo e o distante agora seriam um só, rodando ao redor de si, como um novo mundo esperando para ser explorado.

Mas alguma coisa estava errada. A Kekkei Genkai dos Hyuuga, um dos doujutsus mais poderosos do mundo shinobi - o Byakugan - o olho que lhe concedia uma visão precisa dos alvos ao seu redor, do fluxo de chackra de todas as criaturas... estava cego.

Neji piscou instintivamente, ciente de que as pálpebras já não podiam privar-lhe da visão exterior. Não, o Byakugan não estava cego, mas tampouco podia ver. Alguma coisa lá fora bloqueava sua visão. A chuva, as árvores, as casas... Tudo não passava de sombras, diversas manchas distintas, todas em escala de cinza, como num filme velho e antigo.

A situação agora tomava outra forma. Um jutsu capaz de bloquear o Byakugan era muito raro, na realidade o próprio Neji jamais ouvira falar em tal possibilidade. Se realmente existia alguém por trás daquela tempestade, deveria ser um shinobi extremamente talentoso.

Ele levantou-se, desativando o Byakugan para economizar chackra. Afinal, o dia mal acabara, e o jovem Hyuuga previa que seria uma longa noite.

Até mesmo a enorme montanha que protegia a vila parecia tremer de medo frente ao poder da natureza. Pequenos desmoronamentos de terra já podiam ser vistos ao longo do penhasco, cruzando os rostos dos quatro Hokages anteriores e perdendo-se numa grossa camada de névoa.

Algures, no topo da vila, tensa e impaciente, a quinta Hokage Tsunade observava a chuva bater violentamente contra sua janela. Sua secretária, Shizune, andava incessantemente de um lado para o outro, percorrendo o escritório com o porquinho Ton-Ton em seus braços.

- Tsunade-sama...

- Eu sei. Tem alguma coisa acontecendo lá fora, eu posso sentir...

Shizune, envie uma mensagem ao Centro de Segurança, certifique-se de que está tudo bem!

- S-Sim senhora! - ela saiu em disparada através da porta em direção ao corredor.

- Essa chuva... poderia ser aquele homem...? Jiraya, eu conto com você...

Ela mordeu os lábios e cerrou os punhos com força, era frustrante ter que ficar lá parada, esperando que alguma coisa terrível acontecesse. Que outra escolha ela tinha afinal? Como Hokage ela devia servir de exemplo e manter a calma, quem sabe aquela não seria só uma tempestade de verão, mais forte do que o comum?

Inuzuka Kiba sabia que não. Mais que sentir, ele podia cheirar. E o cheiro que pairava no ar era muito mais do que o clássico cheiro da chuva que a maioria da população podia captar. Em meio aquele odor característico, alguma coisa menos úmida e mais peculiar deixava sua marca, ainda que extremamente sutil, como um perfume passageiro. Ele fitou seu parceiro, Akamaru, que farejava o ar deitado, também demonstrando a mesma sensação.

Kiba caminhou até a sala, seguido pelo cachorro. O restante da família Inuzuka não parecia ter sentido nada anormal, mas também não pareciam sequer focados no que acontecia ao seu redor. Sua irmã alimentava uma série de cachorros num canto reservado da casa e sua mãe voltava sua atenção para o jantar, ouvindo os conselhos culinários do seu parceiro, um peculiar lobo falante. Ele voltou para o quarto, convencendo-se de que não devia ser nada demais. Decerto que seu faro não estava errado, mas um cheiro diferente em meio à uma tempestade não era exatamente o fim do mundo. Pelo menos não para ele.

A lua cheia assistia tudo através das nuvens, discreta e impassível, como um expectador entusiasmado aguardando o desfecho de uma história que ainda estava para começar.


7:13 PM
Central de Defesa e Detecção de Ameaças, Vila Oculta da Folha


- Tonbo, relatório!
- Tudo normal Inoichi-san, não tivemos nenhum registro de invasão no perímetro da vila!
O velho Yamanaka suspirou aliviado.
- Muito bem, mas não podemos baixar a guarda. Continuem todos atentos! Essa tempestade está me preocupando...

- Inoichi-san! - a mulher adentrou a sala com pressa.

- Shizune-san... Algum problema?
- Tsunade-sama está inquieta, e para falar a verdade eu também. Como estão as coisas?
- Até agora não tivemos problema algum, talvez estejamos todos preocupados sem motivo, mas eu também não consigo evitar a sensação de que tem alguma coisa acontecendo lá fora...

Um trovão soou mais alto que os demais.

- I-Inoichi-senpai! Estamos captando alguma coisa! - gritou um dos jounins encarregado pelo monitoramento - Um, não, três... Meu Deus, s-são muitos!
- Tonbo, Yuuto, Motori, com o que estamos lidando?!
- Não sabemos ao certo senhor, mas estão disparando os sensores por toda a vila, é como se a chuva os camuflasse!

- Maldição! - bradou Inoichi - Shizune, vá informar à Hokage imediatamente! Tonbo, contate a central de Inteligência, quero o Shikaku aqui o mais rápido possível, precisamos descobrir o que diabos está acontecendo!

7:24 PM
Residência dos Nara, Vila Oculta da Folha


- Yosh, venci de novo! - exclamou Shikaku com entusiasmo - Você não parece concentrado o hoje, Shikamaru.
- É, parece que sim. - concordou ele - De qualquer forma jogar Shougi com você é muito mais problemático do que com o Asuma-sensei... - completou com certa tristeza no ar.
- Talvez, mas sei que tem alguma coisa lhe incomodando, você nunca move suas peças assim, sem pensar... É a chuva não é? Também notei algo de errado com ela.
- Tsc, você realmente me conhece.

Pai e filho trocaram olhares por alguns segundos, desde pequeno Shikamaru não tinha grandes ambições, tampouco se esforçava além do comum, mas querendo ou não ele se tornara um ninja excepcional, e acima de tudo, muito parecido com seu velho pai.

- Bom, acho que devemos ir jantar, sua mãe já deve estar uma fera.
- É mesmo, não sei como você conseguiu se casar com uma mulher tão severa...
- Nem eu, mas é complicado. As mulheres são sempre problemáticas.
- Por isso mesmo que eu queria ser uma nuvem, simples e sem preocupações...

Antes que pudessem trocar mais palavras, os dois foram interrompidos por alguém que batia incessantemente na porta.

- Mas quem pode ser no meio de uma tempestade?

Shikaku abriu a porta dando de cara com dois ninjas cobertos com capas de chuva negras.
- Shikaku-san, Shikamaru - os dois acenaram com a cabeça - O senhor Inoichi solicita sua presença no Centro de Segurança imediatamente.
- Inoichi? O que aconteceu? - Shikaku que até então parecia calmo assumiu uma expressão tensa e preocupada.
- Esperamos que o senhor possa nos responder. Por favor, seja rápido.

- Tudo bem... Shikamaru, diga à sua mãe que eu vou me atrasar para o jantar.
- Como quiser, só não se envolva com nada muito problemático.

- Humpf. Acho que é tarde demais para isso... - ele agarrou uma capa de chuva que sempre ficava próxima à saída e desapareceu na tempestade junto aos dois homens.

7:26 PM
Castelo do Hokage, Vila Oculta da Folha


Shizune subia as escadas do prédio como se sua vida dependesse disso, se aquilo fosse mesmo uma invasão até mesmo os segundos contavam. A subida era longa, afinal, aquela era a maior construção de Konoha. Já podia agora ver o quarto dos Anciões, mas não era para lá que ela estava indo. Os cabelos negros corriam sobre seus olhos, mas ela fazia por onde jogá-los para os lados. Finalmente a porta que dava acesso à sala principal estava próxima, ela acelerou o passo, escancarando a porta...

- Tsunade-sama, tenho novas informações! Parece que...! - ela correu os olhos pela sala, pousando o olhar na enorme janela estraçalhada. Os papéis voavam de cima da mesa, perdendo-se ao vento, a tempestade começava a encharcar o cômodo rapidamente... A Hokage desaparecera sem deixar vestígios...

Shizune foi ao chão, tomada pelo desespero. Xingou o vazio conforme percebia os joelhos e as palmas das mãos sangrando; estilhaços de vidro estavam espalhados por todo o chão. As lágrimas misturavam-se as gotas que chegavam ao seu rosto, mas ela não tinha tempo para sentar e chorar a noite inteira. Fosse quem fosse, o sequestrador não poderia estar longe, aliás, ainda deveria estar dentro da vila. Nem tudo estava perdido.

Ela levantou-se, curando suas feridas superficialmente com ninjutsus médicos básicos e partindo novamente em disparada pela porta, pensou em checar os Anciões, mas alguma coisa lhe dizia para deixar para lá, salvar a Hokage enquanto ainda havia tempo parecia o correto a fazer.

Uma figura abria caminho entre a tempestade, seus passos rápidos não deixavam pegadas na lama que cobria as ruas, e seus movimentos eram tão meticulosos que não emitiam barulhos acentuados.

Neji já não se importava com as roupas molhadas ou com o frio que lhe congelava a espinha. Sua única preocupação era encontrar o responsável por aquela chuva. Um ninjutsu capaz de gerar uma tempestade e ainda assim bloquear o Byakugan era um golpe de rank S, e deveria consumir uma quantidade absurda de chackra, portanto o usuário não devia estar sozinho. Além do mais uma técnica dessa magnitude não poderia ser usada de muito longe, logo seu alvo devia estar próximo, provavelmente nos arredores da vila, num ponto estratégico...

- Não é muito comum ver ninjas correndo no meio de uma tempestade - uma voz chegou aos seus ouvidos, arrancando-o dos seus pensamentos - E não me diga que você veio só dar uma volta.

- Kakashi-san?
- Hai hai! - Hatake Kakashi surgiu das sombras, coberto por uma capa de chuva - E então, que está fazendo aqui?
- Eu... Você não notou nada de errado com essa chuva?

Kakashi negou, olhando para cima, deixando as gotas molharem sua face.
- Parece mais forte do que o normal, mas agora que você falou... - ele abaixou a bandana que cobria seu olho esquerdo, revelando o Sharingan - chackra. Essas gotas estão repletas dele.

- Imaginei. Por alguma razão essa chuva está suprimindo o meu doujutsu. Alguém está fazendo isso Kakashi, tem alguém criando a chuva.

- Isso parece sério. Devemos nos reportar à Hokage-sama imediamente, mas antes preciso que você faça algo para mim, Neji.
- O que poderia ser tão importante num momento como esse?
- Temos que encontrar a fonte dessa chuva, e para isso vamos precisar de ajuda. Eu irei até a Hokage, e quanto a você... Chame Inuzuka Kiba, ele é um bom ninja detector.
- Como quiser, Kakashi-san.

Os dois começaram a dispersar, mas antes que perdessem um do outro de vista, Neji gritou:
- Mas e você Kakashi, o que estava fazendo aqui, no meio da tempestade?

Kakashi olhou ao redor e esboçou um leve sorriso.
- Visitando um velho amigo. Agora vá, temos que ser rápidos.

Neji não entendeu de imediato, mas, pouco depois, ao cruzar a lápide de Uchiha Obito, tudo ficou mais claro.


- Nós temos 7 esquadrões da ANBU percorrendo a vila e mais 10 cobrindo os arredores de Konoha. Não se preocupe, nós vamos encontrá-la - Shikaku tentava confortar Shizune.

- Nada. Nem sinal do inimigo. Tudo que nós vemos são manchas de chackra, ao princípio pensamos que fossem pessoas, mas agora já não sabemos... Estão aparecendo e desaparecendo por toda a vila - Inoichi tinha se juntado aos outros jounins no mapeamento da vila.

- Não adianta Inoichi. Estamos lidando com alguém que sabe muito bem o que está fazendo. Ele está confundindo nosso sistema de Inteligência de alguma maneira.

Duas figuras observavam Konoha do topo da montanha, ocultas pela névoa que se formava cada vez mais densa. A primeira parecia muito centrada, sentada de pernas cruzadas, fazendo selos incessantemente com as mãos, a outra estava mais ansiosa, andando de um lado para o outro.

De repente, uma terceira figura emergiu do solo, carregando um corpo.

- Trouxe a Hokage? - perguntou a figura impaciente.
- Mas é claro, você acha que isso é o que? - o corpo desacordado de Tsunade foi colocado no chão, seus cabelos loiros levemente sujos de terra, não havia sinais de machucados ou ferimentos, ela devia ter sido pega de surpresa.

- Ela tentou resistir?
- Não teve tempo, o genjutsu que você selou no pergaminho fez ela apagar na hora.

- Muito bem, a missão foi cumprida, agora vamos dar o fora daqui.

A primeira figura cessou os selamentos e levantou-se com uma expressão cansada.

- Você gastou chackra demais, teremos problemas se eles nos seguirem.
- Isso não será problema, relaxe um pouco.

- Chega de conversa, não temos tempo a perder, a ANBU chegará aqui em breve.

As outras duas figuras anuíram, desaparecendo floresta adentro, a terceira pegou Tsunade com cuidado e fez o mesmo. Lá atrás a chuva começava a cessar, e a névoa que pairava na montanha também parecia dissipar-se.

_____________



avatar
Merz
Moderador
Moderador

Coins Coins : 42
Mensagens : 304
Reputação : 15
Data de inscrição : 08/06/2011
Localização : Winterfell
Idade : 25

http://narutodatabase.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Muito bom Rafa Merz

Mensagem  Manara em Sex Jun 24, 2011 5:04 pm

Muito bem Rafinha. Texto bem escrito e fluente. Personagens muito bem bem caracterizados (gosto do jeito que bem explora as habilidades de cada um). Suspense na médida certa... (quem são eles? Por que a Tsu?) Please Keep going ;)
dúvida: o Jiraya tá vivo?
PS: Quem serão os casais? (just kidding XD)
avatar
Manara
Shinobi Rank-C
Shinobi Rank-C

Coins Coins : 176
Mensagens : 101
Reputação : 1
Data de inscrição : 14/06/2011
Localização : Brazil-PB

http://www.themanara.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Merz em Qua Jul 06, 2011 11:15 pm

Thanks Manara! *-*
Tecnicamente o Jiraya está... morrendo xD A fic se passa um dia depois da partida dele em direção à Vila da Chuva, então é como se fosse o que aconteceu em Konoha durante a luta dele com o Pain ^^ Mas para os personagens ele está vivo sim, se essa é a questão.

Os casais vão aparecer mais para frente, mesmo porque a fic joga bastante com a questão do gênero masculino/feminino. E por que a Tsu? Isso também vai ficar claro em breve xDD

Well, here comes the next chap... It's tiny, you know Mad

Time Formado
- Hmm? Quem é? - Inuzuka Kiba caminhou até a porta, já cheirando o ar em busca de algum possível inimigo.

Neji? - não conseguiu evitar a expressão de alívio ao identificar o rosto conhecido do Hyuuga - O que você veio fazer aqui no meio de uma tempestade?

Kiba observou o colega por alguns segundos, ele estava completamente ensopado, mas não parecia preocupado com isso. Sua respiração estava ofegante, provavelmente tinha vindo correndo. Talvez fosse conveniente convidá-lo para dentro...

- Não temos tempo Kiba. Venha comigo até o castelo da Hokage, são ordens do Kakashi-sensei.
- Kakashi-sensei? Neji o que diabos está acontecendo?!
- Já disse que não temos tempo, eu te explico no caminho.

- Tsc - ele resmungou coçando a cabeça, por alguma razão já sabia que aquela noite não seria tranquila - Ok ok, eu já vou - retrucou indo e voltando do quarto vestindo uma capa.

- Ikuse, Akamaru! - o grande cachorro branco que até então estava apenas prestando atenção levantou-se e saiu em disparada, emitindo um forte latido e aventurando-se pela tempestade.
- Invejo sua disposição - ele resmungou novamente, gritando alguma coisa para sua mãe e recebendo um "tudo bem, só não cause problemas!" como resposta.

- E então, pode me explicar por que eu estou coberto de lama, correndo a esmo no meio de uma tempestade à essa hora da noite?

- A chuva. Você não percebeu nada de errado com ela?

- Bom, para falar a verdade... - ele lembrou-se do cheiro que sentira mais à cedo, aquele perfume exótico, diferente de qualquer coisa que já sentira antes.

Neji fitou-o esperando uma resposta.

- Eu senti um cheiro... diferente. Não sei se tem alguma coisa a ver com a tempestade.
- Kiba essa tempestade é capaz de bloquear poderes oculares, meu Byagukan está... - mas ele parou, imitando o amigo.

- Parou... - soltou o Inuzuka olhando para o céu. As nuvens negras pareciam desaparecer gradualmente, e a tempestade que a momentos atrás assolava a vila sumira completamente.

- Isso só pode significar uma coisa: ou nossos inimigos foram encontrados, ou eles obtiveram sucesso no que quer que seja que vieram fazer aqui. Vamos descobrir.
Ele saiu novamente em disparada, seguido pelo Inuzuka e seu cachorro.

7:33 PM
Castelo do Hokage, Vila Oculta da Folha


Hatake Kakashi cruzava o portão que cedia acesso à entrada do castelo quando foi surpreendido por uma voz conhecida.

- Kakashi-senpai!
- Hmm? ... Yamato?

O jounin fez um sinal positivo e acenou para que Kakashi o seguisse.

- Qual o problema? O que você está fazendo aqui?
- Eu acabei de chegar de uma missão, vim me reportar para a Hokage-sama, mas... - ele calou-se, sua expressão mudou completamente e um olhar de decepção tomou lugar - elas levaram-na, Kakashi-senpai. Levaram a Godaime.

Kakashi engoliu um seco e olhou ao redor. Só uma palavra veio à sua mente, mas ele omitiu-se, sabendo que o amigo já pensava o mesmo. Akatsuki.

A situação estava bem pior do que ele imaginara. Yamato fitava-o pronto para passar mais detalhes, mas o senpai não parecia disposto a ouvir mais nada, na sua mente um plano já se formava.

- Yamato, Neji e Kiba devem chegar aqui em breve. Explique-lhes a situação e peça para que aguardem por mim aqui. Onde esta Shizune? Ela foi levada também?
- Não, ela está lá em cima, no escritório, junto com o Ibiki-san e o Shikaku-san.
- Muito bem, eu volto já então.
- Como assim volta já? Onde você vai numa hora dessas, ?!

- Yamato... - Kakashi direcionou-lhe um olhar tão sério como ele jamais tinha visto - se a Akatsuki foi responsável por isso, então Jiraya-sama deve estar morto, e eles devem ter levado algo além da Godaime.

De repente as coisas ficaram claras e Yamato anuiu preocupado. Kakashi desapareceu na escuridão, correndo ainda mais rápido do que antes, rezando para que estivesse errado.

- Naruto...

7:36 PM
Arredores de Konoha

A luz do luar refletia nas águas do riacho cortava a floresta. Rente ao feixe d'água corrente, três mulheres abriam seu caminho entre as árvores.

- Satsuo, tem certeza de que está tudo bem? - perguntou a mais alta, que vinha à direita. Seus cabelos eram vividamente ruivos e ultrapassavam-lhe os ombros. Seus grandes olhos castanhos transpassavam preocupação e permaneciam focados na figura que seguia à frente.

- Já disse que sim, não se preocupe comigo Akane - ela tentava passar confiança, mas sua voz estava fraca e a respiração ofegante denunciava seu cansaço - Além do mais não podemos nos dar ao luxo de descansar agora, ainda estamos dentro do País do Fogo.

Satsuo era uma mulher imponente, pouco mais baixa que a colega com quem falava. Seu cabelo negro e comprido ficava preso por uma fivela azul, formando um volumoso rabo de cavalo.

Logo atrás das duas, à esquerda, uma terceira mulher percorria a trilha com movimentos leves e graciosos. Muito cuidadosa, Misaki parecia ocupar-se em garantir a segurança da Hokage que carregava em seus braços. Seus cabelos loiros assemelhavam-se aos da Godaime, e um observador pouco atento poderia facilmente classificá-las como irmãs, não fossem os olhos pequenos e claros, completamente diferentes dos de Tsunade.

- Oi! Akane! Já que você está tão preocupada, por que não carrega a Hokage por um tempo? Ela é pesada, meus ombros doem!

- E por que eu deveria...

- Calem-se vocês duas, querem que a floresta inteira nos escute? Misaki, você foi encarregada dessa missão, e você vai terminar o serviço, então pare de reclamar! Além do mais, Akane é a única que não gastou nem um pouco chackra, se alguém tentar nos atrapalhar ela tem que estar pronta para revidar.

As outras duas encararam Satsui por alguns segundos e trocaram olhares entre si.

- Você fica tão linda quando está nervosa! Kawaaaaaaii! - exclamaram em sintonia, Satsui apenas suspirou e acelerou o passo.

7:41 PM
Casa de Uzumaki Naruto


Uma figura mascarada observava o movimento de cima do telhado, seus olhos fixos naquela determinada janela. Ainda que fosse cedo, Uzumaki Naruto dormia profundamente, sua camisa estava aberta e as cobertas espalhadas pelo chão.

- Me pergunto o que um membro da ANBU Raíz faz aqui, numa hora dessas.

O indivíduo recuou, surpreso por ter sido identificado tão facilmente. Correu os olhos mais à frente e encontrou a figura de Hatake Kakashi encarando-o.

- Hatake Kakashi - falou, quase que num sussurro - recebi ordens para vigiar o Jinchuuriki da Kyuubi durante a tempestade.

- Yappari. Danzou quer garantir que Konoha mantenha o seu trunfo na guerra, não é mesmo? Para gente como ele, o Naruto não passa de uma arma.

O ANBU não respondeu, e nem podia. Kakashi sabia que todo membro da Raíz tinha um selo amaldiçoado na língua que proibia qualquer vazamento de informação sem a autorização de Danzou.

- De qualquer forma - ele olhou para cima - a chuva já parou. Pode ir agora.

Por alguns segundos o ANBU hesitou, ponderando se deveria realmente deixar seu posto apenas por ordem de Kakashi, mas o olhar do famoso Ninja Copiador não parecia muito amistoso e contribuiu para que ele tomasse sua decisão rapidamente. Em poucos segundos ele mergulhou na noite, pulando de telhado em telhado, até sumir de vista.

- Humpf. Pelo menos o Naruto está bem. Não é de se espantar que ele esteja dormindo dessa maneira, ele sempre acaba pegando no sono se fica muito tempo dentro de casa - Kakashi fitou seu aluno por um tempo. Eram nesses momentos em que Naruto finalmente estava calmo e imóvel que ele podia perceber o quanto o rapaz tinha crescido, já não era mais aquela mesma criança de anos atrás. O ninja imprevisível número 1 tinha se tornado um excelente shinobi.

O Uzumaki roncou tão alto ao ponto de se fazer ouvir do lado de fora, trazendo seu sensei de volta à realidade. Com um último olhar Kakashi optou por não despertar o garoto, impaciente como ele era poderia acabar estragando tudo, além do mais ele não sabia ao certo com quais inimigos estava lidando, envolver o Naruto poderia ser arriscado demais.

Certificando-se de que não havia mais nenhum membro da Raíz nas redondezas, ele pôs-se a correr novamente, de volta ao castelo da Hokage.

- Corta essa, Akamaru! - bufou o Inuzuka conforme seu cão remexia-se espalhando gotas d'água ao redor. Os dois garotos já caminhavam em direção ao escritório da Hokage, de acordo com Yamato tudo lhes seria explicado uma vez que chegassem lá.

Quado cruzavam o corredor, Kiba resolveu quebrar o silêncio:

- Ei, Neji, dessa vez o Shino não pode reclamar... Nós fomos até a casa dele chamá-lo, ele que não estava.
- Realmente. Mas espero que não tenhamos outra missão como aquela pela frente... Além do mais, precisamos de outros dois companheiros para formar um time oficial, não é mesmo?

- Um companheiro, na verdade - a figura de Shikamaru abriu a porta do escritório, convidando os dois colegas para dentro.

- S-Shikamaru? - Neji parecia surpreso.

- Assim que vi a ANBU batendo na nossa porta percebi que tinha algo de errado acontecendo. Bom, pode ser problemático, mas acho que eu não tenho escolha, não é mesmo? - ele suspirou, contemplando seu próprio reflexo num caco de vidro no chão.

- Hyuuga Neji, Inuzuka Kiba... - Shikaku interrompeu-os - Estamos numa situação delicada - Shizune, ao seu lado, deixou escapar um breve soluço, mas logo foi amparada por Ibiki e segurou o choro.

- A Quinta Hokage acabou de ser levada, deste mesmo escritório, por inimigos ainda não identificados. Tudo que sabemos até agora é que eles encobriram sua presença com a chuva, e portanto são ninjas habilidosos e potencialmente perigosos.

Hyuuga Neji franziu a testa, preocupado. Kiba por sua vez parecia surpreso, trocando um rápido olhar com o seu companheiro canino, que nada fez sequer emitir um latino baixo e desanimado.
- E o que nós estamos esperando? A Hokage-sama está em perigo!

- Baka! Será que você não percebe a gravidade da situação? - censurou Shikamaru - Kiba, nós podemos estar lidando com a Akatsuki... Os mesmos caras que derrotaram o Asuma-sensei.

Shikamaru apertou com força o isqueiro que levava no bolso, o último presente do seu querido mestre e amigo. O metal frio em contato com a sua pele de alguma forma acalmava-lhe o pensamento e permitia que as idéias voltassem a fluir.

- O que devemos fazer então? Sentar e esperar?

- Não - dessa vez foi Ibiki quem tomou a palavra - esquadrões da ANBU já estão em movimento, vasculhando todo o perímetro ao redor da vila. Mas isso não basta. Ninjas talentosos o bastante para invadir a vila passando despercebidos... Nós precisamos de peritos em missões de busca, e é por isso que vocês estão aqui.

- Mas nós somos apenas três, não seria necessário um quar...
- Desculpem pela demora - Kakashi adentrou o escritório sem cerimônias, através da janela quebrada.

- Oi. Shikamaru. Eu serei o capitão de vocês - ele forçou um sorriso, ainda que algo parecesse lhe incomodar - Por sinal, Shikaku, Naruto está seguro, mas eu me preocupo com Danzou. Vocês devem impedir que ele ou os Anciões fiquem cientes do ocorrido desta noite, traremos Tsunade-sama de volta o mais rápido possível. Até lá, pensei em alguma coisa.

- Pode deixar, Kakashi. E tenham cuidado, se a situação parecer complicada demais, voltem e peçam reforços.

- Are are, vamos ficar bem. Ikuse! Neji, Kiba, Shikamaru! - O Hatake lançou mais um sorriso conforme pulava do prédio. Os três entenderam a mensagem e fizeram o mesmo, despedindo-se dos presentes apressadamente e ingressando mais uma vez na escuridão da noite...

To be continued... OMG!


Última edição por Merz em Qua Jul 13, 2011 10:18 pm, editado 1 vez(es)

_____________



avatar
Merz
Moderador
Moderador

Coins Coins : 42
Mensagens : 304
Reputação : 15
Data de inscrição : 08/06/2011
Localização : Winterfell
Idade : 25

http://narutodatabase.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Manara em Qua Jul 13, 2011 9:47 pm

"As outras duas encararam Satsui por alguns segundos e trocaram olhares entre si.
- Você fica tão linda quando está nervosa! Kawaaaaaaii! - exclamaram em sintonia, Satsui apenas suspirou e acelerou o passo."
Wathahelll!! Thats is yuri Nuuu! Horny
Little Merz seu little perv! kkkkkk

Muito bom Merz. Você escreve bem e consegue manter os personagens bem dentro do caráter. Palmas
Fiquei super curiosa pra saber quem são essas gurias agora. (não vai ter nenhuma mulher de Konoha nessa equipe? pq vc não faz um NejHina? Woohoo )
avatar
Manara
Shinobi Rank-C
Shinobi Rank-C

Coins Coins : 176
Mensagens : 101
Reputação : 1
Data de inscrição : 14/06/2011
Localização : Brazil-PB

http://www.themanara.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Lukiinhas' em Qua Jul 13, 2011 10:10 pm

SCREW THE RULES, I KNOW THE CHARACTERS NOW!!!! Bem, quase todos né e.e

Oh, uma loira, uma morena e uma ruiva, tem pra todos os gostos Me Gusta (resta saber o gosto delas pq, né)
Mas já gostei da morena com o justu da chuva *-* Suiton me gusta.
Kakashi, Neji, Kiba e Shikamaru \o/ Só falta a linda da Hinata e fica um grupo perfeito Awesome!

Agora deixa eu assitir pra eu descobrir as coisas sozinho, seu spoiler u.u" shaushuashuahsuah
avatar
Lukiinhas'
In Training
In Training

Coins Coins : 76
Mensagens : 61
Reputação : 1
Data de inscrição : 12/06/2011
Localização : HILLS
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Manara em Qua Jul 13, 2011 11:06 pm

Eu também sei --- Like a boss :P
avatar
Manara
Shinobi Rank-C
Shinobi Rank-C

Coins Coins : 176
Mensagens : 101
Reputação : 1
Data de inscrição : 14/06/2011
Localização : Brazil-PB

http://www.themanara.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Dragon em Qui Jul 14, 2011 12:06 am

Yuri?!? Hohoho you dirty boy Me Gusta

Exijo uma descrição detalhada da ruiva JÁ, aff se você vai provocar nossas imaginações provoca direito né? Cereal Guy P-R-O-V-O-C-A

Agora, não se preocupe a respeito do tamanho dos capítulos. Eu acho que muito mais que isso torna a leitura muito chata xDD E bem, gostei do Kakashi, eu consigo até ler as falas na voz dele hauhauauha

Quando eu postar a minha fic nova, vamos brigar pelo titulo de fanfiqueiro mor do fórum Poker cat


Meu Deus, quantos emoctions
avatar
Dragon
Moderador
Moderador

Coins Coins : 588
Mensagens : 189
Reputação : 3
Data de inscrição : 08/06/2011
Localização : Vila Oculta do Chaves
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  akitosousama em Seg Jul 18, 2011 9:19 pm

Ambiente canônico muito bem descrito.
Gramática perfeita.
Texto cativante.
Tens os elementos essencias para ser um bom ficwriter.
Pena que Naruto não irá participar da missão.
Gostei das kunoich femininas que sequestraram a Gondaime.
Concordo com a Manara, acho que faltou uma garota no time.
Espero pelo próximo!
Abraços!
avatar
akitosousama
In Training
In Training

Coins Coins : 39
Mensagens : 21
Reputação : 0
Data de inscrição : 16/07/2011
Localização : POA
Idade : 27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Drica-chan em Qua Jul 20, 2011 1:39 pm

Humm, to sentindo falta de alguém, mas tu escreve maravilhosamente bem, sabe cativar o leitor, adoro quando seguem a personalidade original do personagem,falando no lado romantico que nem começou eu concordo com a Manara queremos NejiHina e Narusaku é claro...

esperando novas atualizações
avatar
Drica-chan
In Training
In Training

Coins Coins : 16
Mensagens : 13
Reputação : 0
Data de inscrição : 16/07/2011
Localização : Curitiba
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Y gü em Ter Jan 24, 2012 7:27 pm

Smoking

uma trama excelente, com bastante suspense que prende o leitor mesmo,
bem que depois de + de 6 meses poderia continuar a historia né Bocejo .. o pessoal ainda deve ta curioso, posta ai XD espero ansioso. Ninja Battle
avatar
Y gü
In Training
In Training

Coins Coins : 15
Mensagens : 9
Reputação : 1
Data de inscrição : 17/01/2012
Localização : São Bento do Sul (SC)
Idade : 25

http://dogmaparadoxal.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Merz em Sex Abr 13, 2012 8:09 pm

Putz gente, acabei me esquecendo dessa fic quando o fórum foi desativado! x.x

Mas relaxem, reli ela ontem e já encontrei todo material de que preciso para continuar. Gosto bastante dessa história e pretendo continuá-la com certeza!

_____________



avatar
Merz
Moderador
Moderador

Coins Coins : 42
Mensagens : 304
Reputação : 15
Data de inscrição : 08/06/2011
Localização : Winterfell
Idade : 25

http://narutodatabase.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zeminaya: Marcas da Guerra

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum